Metade dos brasileiros adultos está acima do peso. Veja como sair desse grupo

A saúde do brasileiro ganhou mais um sinal de alerta. Uma pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde revelou que 52,5% da população adulta está acima do peso. Desses, 17,9% são considerados obesos.


O estudo também mostrou que os homens sofrem mais com o problema do sobrepeso, e quanto menor a escolaridade, maior o índice de “gordinhos”.

Especialistas afirmam que esses números são preocupantes, pois estão diretamente ligados ao surgimento de doenças como hipertensão, diabetes, câncer e doenças cardiovasculares – principais causas de óbito no país.


O que gera a obesidade


Assim como em outras partes do mundo, o aumento de peso dos brasileiros está relacionado principalmente aos hábitos da vida moderna, como sedentarismo e má alimentação. Há ainda fatores genéticos, que podem facilitar o quadro.

A pesquisa constatou que muitas pessoas não têm conhecimento do seu peso, dos seus níveis de colesterol e, ocasionalmente, descobrem sofrer de diabetes. Por isso, a falta de cuidado com a saúde é motivo de alerta para as autoridades.


Obesidade infantil


Uma em cada três crianças entre 5 e 9 anos está acima do peso ideal, alerta o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os pais ou responsáveis devem cuidar deste problema desde cedo, pois cerca de 80% das crianças que permanecem com sobrepeso na adolescência mantêm essa condição na vida adulta.

As consequências da obesidade para as crianças podem ser ainda piores, como o bullying e outros problemas de convívio social.


Como combater a obesidade


Mudar alguns hábitos de vida, abandonar o sedentarismo e largar os vícios podem ser os primeiros passos para a diminuição da taxa de sobrepeso.


Veja outras dicas para driblar a obesidade:


- Sempre que possível, faça as refeições em casa. Assim, você consegue controlar a quantidade de sal, açúcar, óleo e outros ingredientes que aumentam o valor calórico dos pratos;

- Coma frutas, verduras e legumes, inclusive fora de casa (em restaurantes, marmitas etc);

- Troque o refrigerante por bebidas saudáveis, como os sucos naturais;

- Faça as três refeições diárias básicas e consuma lanches saudáveis no intervalo entre elas;

- Estimule a criança a comer com qualidade. Inove nos pratos para abrir o apetite da garotada;

- Pratique alguma atividade física. Trinta minutos diários de exercício (corrida, caminhada, ciclismo, dentre outras) são suficientes para trazer benefícios à saúde;

- Em casos extremos, consulte um profissional para encontrar o tratamento adequado.

  • Lançamento: 2016-03-17 12:19:10
  • Visto: 342

Comentar

Desculpe, nenhum resultado encontrado.