Além de Escaravelho, outros livros da Coleção Vaga-Lume devem virar filmes

Uma boa notícia para os fãs da literatura infanto-juvenil. Após o recente lançamento de "O Escaravelho do Diabo" nos cinemas (leia a sinopse nesse artigo), outras obras da coleção Vaga-Lume devem sair do papel e ganhar adaptações para as telonas.


Uma delas é “O Mistério do Cinco Estrelas", de Marcos Rey, um dos títulos mais vendidos do grupo – foram quase 3 milhões de exemplares.


Na história, Leo, mensageiro de um hotel luxuoso de São Paulo, acha o corpo de um homem embaixo da cama do quarto de um Barão. Ele chama a polícia para investigar o caso, mas fica intrigado, e resolve solucionar o mistério por conta própria.


A lista de livros de podem virar filmes inclui ainda "O Rapto do Garoto de Ouro", "O Caso da Borboleta Atíria" e "Um Cadáver Ouve o Rádio".


A coleção Vaga-Lume se tornou popular nas escolas brasileiras entre as décadas de 70 e 90.  


“O Escaravelho do Diabo” no cinema


A trama do livro, e agora do filme, se passa numa pequena cidade interiorana e fictícia, que se vê aterrorizada por uma série de assassinatos.


E o que intriga os moradores nesse contexto não é apenas a brutalidade, mas um mistério que envolve as vítimas: todas são ruivas e, antes de morrer, recebem um escaravelho.


O personagem principal da trama é o jovem Alberto, que se envolve na investigação dos assassinatos depois ver seu irmão se tornar uma das vítimas.


Alberto, que no filme é um adolescente de 13 anos, começa investigar as mortes com a ajuda do inspetor Pimentel, interpretado pelo ator Marcos Caruso.


Veja duas críticas feitas ao filme “O Escaravelho do Diabo”


- O Escaravelho do Diabo merece atenção pelo modo como recria uma história consagrada e até mesmo a melhora, retirando os clichês e vícios decorrentes da época em que foi escrito. Ainda assim, fica a incômoda sensação de que esta mesma história, melhor trabalhada, poderia render um filme bem mais envolvente (do site Adoro Cinema)


- O Escaravelho do Diabo não é uma adaptação ruim, mas deve funcionar para uma parcela pequena do público. Algumas cenas são fortes demais para crianças menores, ao mesmo tempo em que o filme não é desafiador o suficiente para as mais velhas (do site Guia da Semana)


Onde assistir:


IbiCinemas (Av. Dr. José Correia Machado, 1.079, Ibituruna Center Shopping, Montes Claros –MG)


Sessões: Todos os dias às 16h30, 19h20  e 21h20


Cinemais (Avenida Donato Quintino, 90, Montes Claros Shopping, Montes Claros – MG)


Sessões: Todos os dias às 15h10, 17h10, 19h20 e 21h30

  • Lançamento: 2016-04-19 01:17:26
  • Visto: 392

Comentar

Desculpe, nenhum resultado encontrado.