Pais preferem nomes de santo na hora de registrar os filhos

(0 )
(0)

Embora muitos pais da atualidade gostem de registrar suas filhas como Sofia, Julia, Valentina, dentre outras, o nome próprio mais comum do Brasil é Maria.  A informação é do Projeto Nomes no Brasil, elaborado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.


De acordo com o órgão, 11,7 milhões de pessoas do sexo feminino se chamam Maria. É mais que o dobro de indivíduos chamados José, que é o nome de 5,7 milhões de homens brasileiros. 


Aliás, José vem perdendo popularidade para os seguintes nomes: João, Gabriel, Lucas, Pedro e Mateus.

Mas nem só de santos vivem os cartórios. Nomes de celebridades também se fazem presentes nas folhas de registro. A quantidade de crianças registradas com o nome Cauã cresceu 3.924% nos anos 2000.


Curiosamente esse foi o nome de pessoa famosa que teve o maior crescimento no período, provavelmente influenciado pelo sucesso do ator Cauã Reymond.

O nome tem suas variantes como Kauã, Kauam, Cauam e Kauan.  


Nomes de jogadores de futebol


Parece que o futebol brasileiro anda desacreditado até na hora de se batizar uma criança. Enquanto os nomes Ronaldo e Romário perderam popularidade nos anos 2000, o sobrenome de um ídolo do futebol argentino disparou.


Riquelme – último nome de Juan Román Riquelme – foi o 2º nome masculino com o maior crescimento nos anos 2000. Só perde para Rikelme, que subiu 10.057%.


Os 10 nomes mais populares de Minas Gerais


A pesquisa também divulgou a lista dos nomes mais populares por estado. Descubra quais são as preferências dos mineiros a partir do ano 2000 até hoje:



1. Ana

2. Maria

2. João

3. Gabriel

4. Pedro

5. Lucas

6. >Mateus

7. Gustavo

8. Julia

9. Vitor



Veja outras curiosidades sobre os nomes de registro dos brasileiros


- Magaiver: na década de 90, 310 brasileiros receberam o nome de "Magaiver", número que caiu para 75 nos anos 2000. Esse é o nome de um personagem da TV americana, conhecido por resolver problemas complexos com a ajuda de itens básicos do cotidiano.

- Ayrton: O piloto Ayrton Senna, que tanto orgulhou os brasileiros, inspirou vários pais na década de 90, quando 1.166 crianças foram batizadas de "Ayrton". A partir do ano 2000, apenas 418 crianças levaram o nome do ídolo.

- Nomes que começam com C e K estão em alta: Dos 20 nomes que mais cresceram nos anos 2000, 17 começam com a letra C ou a letra K: Kailaine, Kaylane, Kailane, Kayky, Cailane, Kailani, Cailaine, Camilly, Caua, Kaua, Kamilly, Cauan, Kauam, Camily, Cauam, Caun e Kaun.


Montes Claros

  • Lançamento: 2016-04-28 12:00:41
  • Visto: 130

Comentar

Desculpe, nenhum resultado encontrado.