+Restaurantes Bares Hotéis Automotivo Pets










Em noite inspirada, Atlético joga bem e vence o Cruzeiro por 3 a 1 na Arena Independência.

Atualizado: 12-05-2018
(0 )
(0)

Equipe de Thiago Larghi faz um excelente primeiro tempo e consegue vencer a defesa celeste. Cruzeiro volta melhor na etapa complementar e diminui vantagem do Galo.


Equipe alvinegra surpreendeu na tarde deste domingo. De modo geral, a equipe atleticana fez uma ótima partida, especialmente no primeiro tempo onde propôs mais o jogo e conseguiu fazer ótimas jogadas de ataque. Ricardo Oliveira venceu a marcação e com seus dois gols se tornou artilheiro do campeonato.


Enquanto isso, o Cruzeiro entrou muito mal no jogo. Embora Fábio tenha tido uma participação decisiva na partida, o goleiro que até então só havia sofrido um gol em toda competição, acabou sofrendo três na grande decisão. No segundo tempo, Mano Menezes fez modificações pontuais que levou o time com mais força ao ataque.

PRIMEIRO TEMPO

O Galo manteve a formação dos últimos jogos e entrou em campo com uma estrutura bem montada para conseguir o bom resultado no jogo de ida da Final do Campeonato Mineiro 2018. Os primeiros minutos de jogo foram muito disputados, com poucas oportunidades, as equipes se equilibravam em campo.


Muito compacto na defesa e bastante veloz nos contra-ataques, o Atlético armou boas jogadas pelos lados do campo. O meia venezuelano Otero brilhou na partida. Dono das bolas paradas, ele entrou em ação após a parada técnica para reidratação dos atletas e desequilibrou a partida.


Após cobrança de falta (assinalada erroneamente pelo árbitro) pela direita, Otero achou Ricardo Oliveira sem marcação. O centroavante não desperdiçou e mandou a bola pro fundo das redes, abrindo o placar da partida.


Logo na sequência do jogo, Otero novamente pegou a bola e cobrou escanteio pela direita. Com uma bela jogada ensaiada, o meia atleticano encontrou a cabeça do volante Adilson logo na primeira trave, que com um leve toque para trás, surpreendeu o goleiro Fábio que nada pôde fazer: 2 a 0.


Acuado e muito ansioso, o time cruzeirense não conseguiu reagir. Refém das jogadas rápidas do ataque alvinegro, Cazares arma boa jogada com Otero, após escanteio curto e encontra a cabeça do artilheiro Ricardo Oliveira. Livre, o jogador fez o seu segundo gol na partida e o terceiro do galo.


SEGUNDO TEMPO


Na volta do intervalo, Mano Menezes sacou o meia Rafinha do jogo e colocou o uruguaio Arrascaeta. Com essa modificação, o time estrelado conseguiu mudar o cenário da partida logo nos primeiros minutos de jogo. Mais incisivo, a Raposa foi para cima em busca de diminuir o placar.


Como havia construído uma boa vantagem e se movimentado muito no primeiro tempo, mais cansado, o time atleticano buscou dar um ritmo mais tranquilo no jogo. Controlando mais a bola e com passes curtos, o Galo se segurou na defesa e não deixou muitos espaços para o Cruzeiro atacar. Com isso, o time celeste abusou das finalizações de longa distância, porém sem oferecer grande perigo.


A fim de buscar a vitória a todo custo, Mano reforçou o setor ofensivo da sua equipe colocando Sassá e Mancuello na partida, no lugar de Raniel e Ariel Cabral, respectivamente. Com isso, o time celeste foi se soltando cada vez mais e levando mais perigo para o goleiro Victor.


Enquanto isso, Thiago Larghi precisou fazer alterações para segurar o ímpeto cruzeirense. Luan casado saiu para dar lugar ao argentino Tomás Andrade e Elias amarelado foi substituído pelo garoto Yago.


Muito recuado, o Atlético não conseguiu avançar as suas linhas de marcação e com isso, a Raposa conseguiu dominar a partida no segundo tempo. Com muita velocidade de Sassá, o goleiro atleticano foi obrigado a fazer grandes defesas.


Mesmo com uma boa atuação, Victor acabou sucumbindo ao talento de Arrascaeta, carrasco dos clássicos contra o rival. Sassá fez boa jogada pela esquerda e achou Thiago Neves na entrada da área. Muito marcado, o camisa 30 rolou para o uruguaio livre, finalizar com muita precisão e diminuir o placar.


Com a vitória construída nos primeiros 90 minutos decisão, o Atlético conseguiu reverter mais uma vez a vantagem do adversário e vai ao Mineirão no próximo domingo às 16h enfrentar o Cruzeiro, que para ser campeão, precisa vencer por 2 gols de diferença ou devolver o placar de 3 a 1.


FICHA DO JOGO


Atlético 3 X 1 Cruzeiro

Motivo: Jogo de ida da Final do Campeonato Mineiro

Data: 01/04/2018 (domingo)

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte.

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva

Auxiliares: Hélcio Araújo Neves e José Ricardo Coimbra

Gols: Ricardo Oliveira, aos 36 min, Adilson, aos 41 min, Ricardo Oliveira, aos 45 min do primeiro tempo; Arrascaeta, aos 37 min do segundo tempo.


ATLÉTICO

Victor; Patric, Gabriel, Leonardo Silva e Fábio Santos; Elias (Yago), Adilson (Arouca); Cazares, Otero e Luan (Tomás Andrade); Ricardo Oliveira.

Técnico: Thiago Larghi


CRUZEIRO

Fábio; Lucas Romero, Léo, Murilo e Egídio; Henrique e Ariel Cabral (Mancuello); Robinho, Rafinha (Arrascaeta) e Thiago Neves; Raniel (Sassá).

Técnico: Mano Menezes


Cartões amarelos: Elias, Adilson e Ricardo Oliveira (Atlético); Sassá (Cruzeiro)

- Montes Claros





Importante:
Confirme as informações antes de sair, pois os horários, preços e formas de pagamento podem ser alterados sem aviso prévio.


Comentar

Desculpe, nenhum resultado encontrado.

Add Foto